10. nov, 2018

CLBMCS 2018 | 3º Congresso Luso-Brasileiro de Materiais de Construção Sustentáveis

Ainda não há nenhum videoclipe

Palavras-chave: Arquitetura vernácula, construção em madeira, sequestro do carbono, construção sustentável
Resumo Arquitetura vernácula é um verdadeiro reduto de racionalidade, representa a sabedoria ancestral, em que as soluções propostas são o resultado de séculos de empirismo. Estas soluções arquitetónicas são soluções adaptadas ao clima e cultura de cada região, adequando-se aos materiais e ao meio ambiente envolvente. São princípios necessários rever, para uma arquitetura mais racional.
A Arquitetura vernácula em madeira utiliza técnicas de construção de uma conceção simples e com recursos tecnológicos muito básicos. Tecnologias com qualidades e características que se podem utilizar numa construção contemporânea responsável.
Os edifícios consomem mais de 40% do consumo de energia e 36% de CO2 na Europa. É neste contexto, que a construção em madeira pode ser a resposta para edifícios mais eficiente, com a principal premissa: a energia mais barata é aquela que não se consome.
Em conclusão utiliza-se a frase do Professor Alex de Rijke “If the 19th century was the century of steel and the 20th century the century of concrete, then the 21st century is about engineered timber”, para enfocar a evolução das estruturas em madeira e as suas várias vantagens da sua utilização: no conforto, eficiência energética, ciclo de vida, durabilidade, resistência, etc. Confere-se às estruturas em madeira a resolução da problemática da sustentabilidade da construção.