As construções Eco||Sistema têm alta resistência ao fogo e aos sísmos.

Ensaio ao sismo de um edifício de madeira (CLT) de 7 pisos.
https://www.youtube.com/watch?v=pI3tMQ20mzs

As vantagens da construção em madeira laminada, em termos de "terremoto”, são incontestáveis ​​e academicamente validadas. Os pesos são reduzidas cerca de 80% em relação a obras de betão armado: reduzindo as massas, em física e no princípio de Newton, reduz as forças de inércia, portanto as acelerações de pico para o chão e por conseguinte ação destrutiva de um terremoto é drasticamente reduzida. Permitindo construir “casas anti sísmicas”, capazes de resistir às tensões de fortes intensidades sísmicas, com danos mínimos, preservando não só a segurança das pessoas como os seus bens. 

 

Sistemas construtivo Pormenores Acabamentos Blog

https://www.facebook.com/EcoIISistemaConstrucaoSustentavel

Assinatura

Resistência da madeira ao fogo.

A camada de carvão funciona como um isolante térmico e protector da estabilidade do elemento.

Erroneamente, a madeira é considerada um material de baixa resistência ao fogo.
Isto se deve, principalmente, à falta de conhecimento das suas propriedades de resistência quando submetida a altas temperaturas e quando exposta à chama, pois, Volumétrica, Tangencial, Radial, Longitudinal, sendo bem dimensionada ela apresenta resistência ao fogo superior à de outros materiais estruturais.
Uma peça de madeira exposta ao fogo torna-se um combustível para a propagação das chamas, porém, após alguns minutos, uma camada mais externa da madeira se carboniza tornando-se um isolante térmico, que retém o calor, auxiliando, assim, na contenção do incêndio, evitando que toda a peça seja destruída. A proporção da madeira carbonizada com o tempo varia de acordo com a espécie e as condições
de exposição ao fogo. Entre a porção carbonizada e a madeira sã encontra-se uma região intermediária afetada pelo fogo, mas, não carbonizada, porção esta que não deve ser levada em consideração na resistência."

No caso de incêndio as vigas de aço deformam-se completamente, enquanto que a viga de madeira ainda sustenta a carga mesmo após o contato com o fogo em altas temperaturas.

Num incêndio, o carvão protege a madeira maciça a uma taxa previsível, retardando a combustão, enquanto mantém a força e permite a evacuação do prédio em segurança.

O diferencial médio da temperatura entre os diferentes ambientes em torno das chamas, chega a ser de 140º C protegendo o entorno dos ocupantes a altas temperaturas e impedindo a propagação das chamas e gases .